ANOREXIA » O que é, Sintomas, Causas, Tratamentos e Medicamentos!

ANOREXIA
Escrito por Kayo Dutra

022Há anos transtornos alimentares são pautados, afinal, distúrbios como a anorexia são graves e podem comprometer seriamente a vida dos portadores. A forma como a pessoa enxerga ela mesma e o que come, são alteradas no distúrbio, dessa maneira, ocorre à perda excessiva do peso.

O que é a anorexia?

A anorexia refere-se a um grave distúrbio alimentar, onde a visão da pessoa em relação ao seu corpo e seus hábitos alimentares é transformada. A gravidade da doença está associada não apenas com os sintomas, como também com as complicações em que eles podem resultar caso não ocorra o tratamento adequado desta condição.

Quais os sintomas?

Os indícios da anorexia estão relacionados em especial com hábitos alimentares e alterações de comportamento, pois é uma doença muito ligada a parte psicológica também. Dessa forma, diversos tipos de sintomas podem surgir, tais como:

  • Perda rápida de peso sem nenhuma causa aparente;
  • Atividade física excessiva;
  • Preocupação com os valores calóricos de cada alimento;
  • Desconforto durante as refeições;
  • Quadros depressivos;
  • Comportamentos obsessivo-compulsivos;
  • Ciclo menstrual desregulado e muitas vezes interrompido, o que caracteriza o quadro de amenorreia;
  • Visão completamente distorcida do próprio peso, onde a pessoa se vê acima do peso, mesmo estando em um quadro totalmente oposto;
  • Ressecamento da pele.

Além desses fatores citados, é importante observar que a obsessão pelo peso influência com o tempo o indivíduo como um todo, sendo possíveis até mesmo momentos de descontrole emocional, reações desproporcionais às situações presentes no dia, desânimo, introspecção, entre outros aspectos. Por isso que prestar atenção ao redor pode ser importante para ajudar alguém nessa situação. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores são as chances de recuperação.

Existe tratamento?

Após o diagnóstico de anorexia, diversas opções de tratamento podem ser recomendadas, entre elas a reintrodução gradativa de alimentos, afinal, uma pessoa com esta doença não vai passar a ter hábitos alimentares e comportamentais alterados rapidamente, é preciso cautela no tratamento, principalmente para a adaptação do organismo.

Em alguns casos, pode ser recomendada a internação hospitalar. Não existem medicamentos específicos para este quadro, mas podem ser orientados pelo médico responsável alguns remédios para amenizar sintomas, principalmente em casos depressivos.

Quais as causas?

Muitos fatores podem estar associados ao estabelecimento da anorexia, apesar de alguns serem ligadas ao organismo, a maioria possui relação com meio externos. Veja a seguir:

  • Pressão da sociedade ou da família;
  • Predisposição genética;
  • Alterações neuroquímicas no cérebro, ligadas à noradrenalina e serotonina.

Além disso, existem alguns grupos de risco onde a doença aparece com maior incidência, por exemplo, adolescentes e algumas profissões, como bailarinas, modelos e atletas, onde a pressão em relação ao peso corporal “ideal” é comumente maior.

Questões sociais e psicológicas envolvidas

A anorexia pode acometer pessoas de diversas faixas etárias, até mesmo as crianças. Isso envolve questões não apenas médicas, como também sociais, já que como será visto a seguir, parte das causas que levam ao desenvolvimento da doença, são pressões originadas por familiares, entre outras pessoas do círculo social.

Essas pressões podem ter um papel muito perigoso para a saúde psicológica da pessoa, levando a complicações graves, que podem incluir muito além deste transtorno alimentar.

A doença pode começar de uma forma aparentemente banal, com a preocupação, que muitas pessoas, principalmente as mulheres têm há muitos anos: a perda de peso a qualquer custo. São inúmeras dietas e métodos, a maioria nem um pouco saudáveis para atingir esse objetivo.

Em muitos casos, as pessoas podem excluir alguns alimentos de suas refeições, principalmente o que considera mais calóricos, buscando a todo custo perder peso. O organismo sofre extremamente com esses hábitos, pois a nutrição e os hábitos necessários não estão sendo tomados para manter o seu equilíbrio.

Essa pressão, muitas vezes ocorre desde a infância, o que só representa mais ainda a necessidade de estar atento aos tipos de “dicas” e “comentários” realizados às pessoas, pois certas vezes, pode parecer simples e sem pretensão alguma, porém, pode acabar tendo um impacto emocional e de saúde muito grande.

Especialmente com o preconceito habitualmente mostrado às pessoas acima do peso e os padrões estabelecidos pela sociedade. É preciso, desde cedo, que ocorra a conscientização e priorização da saúde, sem deixar que pressões externas sejam maiores do que os próprios cuidados.

A partir de então, a preocupação com as consequências e a forma de ver o próprio corpo podem sofrer alterações que comprometem a saúde por completo. Neste momento, sem dúvidas, é importante ter o suporte das pessoas ao redor.

Buscar tratamento pode ser algo complicado para as pessoas que estão sofrendo com esta condição, por isso que ao perceber alguém neste estado, tente orientar a pessoa à procurar ajuda médica, pois é fundamental para um tratamento adequado e principalmente, para evitar maiores complicações.

Como se prevenir?

Uma das melhores formas de prevenção da anorexia é buscar hábitos saudáveis, tanto comportamentais como alimentares. Caso suspeite de algum transtorno psicológico ou alimentar, busque ajuda, pois a anorexia pode levar a complicações graves. É interessante observar, que como dito anteriormente, a doença pode ter um início decorrente de decisões aparentemente banais, como a persistência em perder peso.

Neste cenário, é válido citar que a restrição em dietas é usualmente destacada fortemente, não só pelas pessoas ao redor, como por diversos meios de comunicação, porém, buscar por um nutricionista para perder peso e fazer exames médicos para a realização de exercícios ou outras modalidades, é fundamental. Afinal, este é um jeito saudável de emagrecer.

Este artigo foi útil?

A anorexia pode ter grandes impactos para as pessoas, não apenas estético, mas de saúde e psicológico também. Neste cenário, é de extrema importância se ater aos hábitos tomados diariamente e buscar ajuda médica no momento em que suspeitar de algum sintoma, pois pode comprometer sua qualidade de vida seriamente.

As pressões em alguns meios podem ser fortes, mas isso não significa deixar sua saúde de lado. Jamais se esqueça de se cuidar e realizar exames regulares para se cuidar. Você já sabia desses aspectos da anorexia? Possui alguma dúvida ou relato? Deixe seu comentário!

LINKS EXTERNOS

  1. Minha Vida | Redação
  2. Portal Drauzio Varella | Maria Helena Varella Bruna
  3. Wikipédia | Enciclopédia Livre
  4. Blog Psicologia Viva | Psicologia Viva
  5. Vittude | Tatiana Pimenta

Sobre o autor:

Kayo Dutra

Deixe seu comentário